Páginas

19 outubro 2021

Dia Mundial da Alimentação


Na Biblioteca, exploramos a história "A roda dos alimentos" a que se seguiu a pintura de alguns frutos com cotonetes.





A partir do livro ABC das Flores e dos Frutos em Rima Infantil, de Rosa Lobato de Faria, a Biblioteca Escolar visitou algumas salas de aula, lendo algumas rimas relacionadas com frutos, como forma de assinalar o Dia Mundial da Alimentação.



 
Elaborou marcadores de livros, pintados por alunos do 7º ano, e distribuiu espetadas de fruta fresca e suculenta, confecionadas na hora.

Distribuiu espetadas de fruta no espaço da Biblioteca.

Nas salas do jardim-de-infância foram distribuídas espetadas e marcadores de livros.




07 outubro 2021

Um outono de brincadeira

 
Durante este mês de outubro a Biblioteca Escolar deu início o seu projeto de trabalho colaborativo "Do sonho à letra", começando por explorar algumas histórias de outono e as crianças da educação pré-escolar e do 1º ciclo irão elaborar alguns trabalhos alusivos.
1º ciclo:




Pré-escolar:





Paralelamente, decorreu no espaço exterior uma ação de sensibilização integrada no Dia Mundial do Animal, tendo as crianças da educação pré-escolar apreciado cada momento.











Mês Internacional da Biblioteca Escolar (MIBE)

 

Outubro é o Mês Internacional da Biblioteca Escolar (MIBE), uma celebração anual das bibliotecas escolares em todo o mundo, uma oportunidade para darem a conhecer o trabalho que desenvolvem e mostrarem que não são apenas um serviço, mas um centro nevrálgico vital nas escolas. LER+


27 setembro 2021

"Plano 21|23 Escola+ – O papel das bibliotecas escolares", por Carlos Pinheiro

Com vista à recuperação das aprendizagens o Governo aprovou o Plano 21|23 Escola+, o qual apresenta um conjunto de medidas que se alicerçam nas políticas educativas dirigidas à promoção do sucesso escolar e, sobretudo, ao combate às desigualdades através da educação.

De entre as medidas aprovadas, algumas envolvem diretamente as bibliotecas escolares, nomeadamente no Eixo 1: ensinar e aprender, no domínio + Leitura e Escrita, onde se prevê:

  • Fomento da leitura orientada em sala de aula, com produção e disponibilização de materiais de apoio;
  • Acesso livre a ferramentas digitais para aferição da competência leitora e materiais didáticos;
  • Produção e disponibilização de recursos para a organização de oficinas de escrita;
  • Reforço do orçamento das bibliotecas escolares.

Para este domínio de Leitura e Escrita, estão previstas quatro ações específicas:

  • Escola a Ler (fomento da leitura orientada em sala de aula, com produção e disponibilização de materiais de apoio).
  • Ler – Conhecer, Aprender e Ensinar (disponibilização de acesso livre a materiais didáticos e meios de aprendizagem em ambientes digitais)
  • Diário de Escritas (promoção da dinamização de oficinas de desafios de escrita nas escolas)
  • Ler com mais Livros (fornecimento às bibliotecas escolares de um fundo documental adicional para apoio ao domínio 1.1. + Leitura e escrita)

Para apoiar o desenvolvimento destas ações, foram produzidos vários roteiros, com orientações úteis para as escolas e para os professores bibliotecários:

O PNL2027 disponibiliza um espaço digital específico, com orientações, sugestões de leitura, propostas de atividades para os 1.º e 2.º ciclos e um fórum de partilha e troca de ideias com os professores e outros intervenientes envolvidos nesta iniciativa.

O artigo sobre a Leitura Orientada em Sala de Aula pode ser consultado em: https://pnl2027.gov.pt/np4/losa.html

No domínio + Recursos Educativos, prevê-se a constituição de uma Biblioteca Digital de Recursos Educativos, e iniciativas no âmbito do Plano Nacional das Artes.

Também aqui se encontram disponíveis alguns roteiros:

No Eixo 2: Apoiar as Comunidades Educativas, no domínio + Digital, está prevista a criação de uma Biblioteca Digital, que permitirá o acesso generalizado a livros, complementando o acervo das bibliotecas escolares.

Para este domínio, estão previstas quatro ações que se enquadram no âmbito do trabalho das bibliotecas escolares:

Além destes três domínios, a contribuição das bibliotecas poderá acontecer em muitos outros, no âmbito do seu plano de atividades e em articulação com os restantes docentes.

Mês Internacional da Biblioteca Escolar

 

Outubro é o Mês Internacional da Biblioteca Escolar (MIBE), uma celebração anual das bibliotecas escolares em todo o mundo, uma oportunidade para darem a conhecer o trabalho que desenvolvem e mostrarem que não são apenas um serviço, mas um centro nevrálgico vital nas escolas. A chamada à ação é da IASL (International Association of School Librarianship).

Como habitualmente, a Rede de Bibliotecas Escolares lança um desafio às bibliotecas: Recriação artística de contos de fadas e contos tradicionais de todo o mundo, a qual pode assumir diferentes formas:
- dramatização;
- espetáculo musical;
- filme;
- desenho ou pintura;
- trabalho tridimensional;
- performance de leitura em voz alta.

Leia tudo sobre a iniciativa no Portal RBE (https://www.rbe.mec.pt/np4/MIBE.html).

14 julho 2021

Tutoriais

 


Para apoio às atividades no âmbito das literacias de informação e dos 
media, disponibiliza-se um conjunto de tutoriais, 
de um modo geral elaborados por diferentes bibliotecas escolares.
Para acederes aos tutoriais, clica na imagem.

24 junho 2021

Recomendação da OCDE sobre Crianças no Ambiente Digital

 

Fonte da imagem: OECD. Recommendation of the Council on Children in the Digital Environment - Print Booklethttps://legalinstruments.oecd.org/en/instruments/OECD-LEGAL-0389

Durante a pandemia Covid-19, registou-se um aumento da presença digital das crianças que passaram a constituir um terço dos utilizadores 1, despendendo na internet uma média de 134 a 219 minutos/ dia 2. Utilizam-na em diversos contextos - aprender, divertir-se, comunicar e expressar a sua identidade e opiniões, conviver, consumir - e usando vários dispositivos em simultâneo - smartphones, tablets, relógios inteligentes, assistentes virtuais integrados.

O ambiente digital passou a fazer parte de todas as dimensões da vida quotidiana das crianças, mostrando-as mais expostas a riscos e abusos, não só notícias falsas, cyberbullying, sexting e comércio fraudulento, como recolha e armazenamento indevido de dados pessoais, designadamente em situação, formal e informal, de aprendizagem e saúde. A rápida evolução do tempo despendido, tipo de atividades e dispositivos é acompanhada de mudanças na escala e natureza dos riscos.

Para facilitar e incentivar políticas e práticas que protejam e beneficiem as crianças no ambiente digital, particularmente importantes na recuperação da pandemia, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) procedeu à revisão da sua Recomendação sobre a Proteção de Crianças Online de 2012.

Este trabalho, iniciado em 2017, foi feito por um grupo amplo de especialistas em governança de dados e privacidade, direitos e bem-estar digital infantil, dos países da OCDE e foi renomeado, Recomendação do Conselho sobre Crianças no Ambiente Digital 3. LER+

O Liberalismo em Portugal

 Trabalhos realizados pelos alunos de História do 11º ano.

11 maio 2021

05 maio 2021

Dia Mundial da Língua Portuguesa • 5 de maio

 
Sendo uma das línguas mais difundidas no mundo, com mais de 265 milhões de falantes espalhados por todos os continentes, o Português é uma das principais línguas de comunicação internacional. LER+

23 abril 2021

Hoje é o Dia Mundial do Livro!

Fonte da imagem: 

http://livro.dglab.gov.pt/sites/DGLB/Portugues/noticiasEventos/Paginas/diamundialdolivro2021.aspx


Este ano, a Direção Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB) escolheu os ilustradores Susana Diniz e Pedro Semeano para conceberem a imagem do cartaz de comemoração. A dupla, conhecida por Adamastor, obteve uma Menção Especial do Prémio Nacional de Ilustração em 2020. 
O Dia Mundial do Livro é comemorado desde 1996 por decisão da UNESCO.

Leia o artigo completo no portal da RBE .

22 abril 2021

Metodologias ativas | O trabalho de projeto

Photo by Vijay Kumar Gaba on Unsplash


O mundo inconstante e plural em que vivemos exige-nos, frequentemente, a criação, gestão e avaliação de projetos, pessoais ou profissionais. Também em educação a utilização do trabalho de projeto é cada vez mais frequente, pois coloca o aluno no centro da sua própria aprendizagem. O projeto permite desenvolver competências consideradas essenciais para a vida em sociedade, nomeadamente o de enfrentar problemas complexos, para além das vantagens que traz ao nível da motivação, cooperação com os outros ou resolução de problemas. LER+ 

Para todos os tamanhos! Liberdade: proposta pedagógica com recurso a livros-álbum

 

Photo by Raisa Milova on Unsplash


A liberdade é, sem dúvida, um dos valores que temos sentido colocado em causa desde o início da pandemia. Assolados por um conjunto de regras, nem sempre absolutamente compreendidas, a viver entre confinamentos mais ou menos restritivos, as crianças e jovens são um grupo muito penalizado na vivência deste tempo estranho. Todos temos consciência dos constrangimentos trazidos pelo encerramento das escolas, certamente com algum comprometimento das aprendizagens curriculares, mas ainda estão por determinar as consequências desta experiência pandémica no seu desenvolvimento psicossocial (...)

Na semana em que se festeja no nosso país a liberdade, por via da comemoração do 25 de abril de 1974, trazemos a proposta de, através da leitura mediada de livros álbum, se criar um espaço/ tempo para pensar em conjunto e partilhar ideias, experiências e emoções em torno da liberdade. Por um lado, o valor da liberdade enquanto bem coletivo e, por outro, a sua importância no desenvolvimento individual, no autoconhecimento e na autodeterminação.

Sugere-se um conjunto de álbuns que, pelas suas características textuais e gráficas, podem ser utilizados com alunos de diferentes faixas etárias.

 Com 3 novelos (o mundo dá muitas voltas), Henriqueta Cristina e Yara Kono, Planeta Tangerina

CAPA_com_tres_novelos-1.jpg

«Em busca de um lugar mais livre onde todos os meninos possam ir à escola, uma família muda-se para outro país. No entanto, apesar de diferente, o país novo que a acolhe está longe de ser perfeito e, neste novo mundo cinzento, a falta liberdade sente-se em coisas tão simples como escolher a cor da camisola que se quer vestir pela manhã… É então que uma mãe entra em ação.» (resenha da editora)


O Ratinho e o muro vermelho, Britta Teckentrup, Edicare

9789896796228_1612867386.jpeg

«Ninguém sabia onde começava ou acabava, ou sequer como lá tinha ido parar. Na verdade, ninguém parecia reparar nele. Mas o Ratinho era curioso. «O que estará para lá do grande muro vermelho?», pensava.

Uma história maravilhosa e inspiradora, sobre enfrentar os medos, descobrir a liberdade e abraçar a mudança, em nós e no mundo. Um livro com questões intemporais, essencial para todas as idades.» (resenha Wook)

 

Abril o Peixe Vermelho, Marjolaine Leray. Orfeu Negro

Captura de ecrã 2021-04-20, às 17.39.21.png

«O Abril não gosta de se sentir como um peixe num aquário. É antes um peixe que gosta de refletir sobre questões espinhosas.

O Abril é vermelho, muito vermelho. Tem grandes sonhos, mas pouco espaço. O seu maior sonho é fugir, conhecer novos horizontes e dar sentido à vida. Mas como?» (resenha da editora)

 

Siga a seta, Isabel Minhós Martins e Andrés Sandoval, Planeta Tangerina

CAPA_siga_a_seta.jpg

Uma cidade repleta de setas, indicações e sentidos obrigatórios. Um rapaz que vive os seus dias entre setas, nunca ousando (ou sequer pensado) desviar-se do seu rumo. E uma ideia revolucionária que lhe invade os pensamentos e o faz, certo dia, aventurar-se…

Por isso, atenção, muita atenção: este livro é só para corajosos! Para todos aqueles que gostam de viajar até lugares inexplorados e não têm grande medo de se perder.

Este é um livro que nos convida a sair das rotinas, dos horários, dos dias sempre iguais. (resenha da editora)

 

Pistas para discussão:

Podemos fazer tudo aquilo que queremos? Porquê? Como podemos saber que escolhas fazer? Existem limites para as nossas escolhas?

Os outros impedem a nossa liberdade? Ou ajudam-nos a conquistá-la?

Os adultos são mais livres que as crianças? Porquê?

A pandemia retirou-nos liberdade? Como podemos ultrapassar o sentimento de perda de liberdade que as regras de controle da pandemia nos provocam?

17 março 2021

As palavras que nos convidam a dançar no Dia Internacional do Livro Infantil

Este ano, ´A música das palavras´ é o tema escolhido pela International Board on Books for Young People (IBBY) para comemorar, no dia 2 de abril, o Dia Internacional do Livro Infantil. A escritora cubano-americana Margarita Engle e o ilustrador brasileiro Roger Mello, numa simbiose perfeita, convidam-nos a partilhar as palavras e a ouvir a música do futuro,


A MÚSICA DAS PALAVRAS

Por Margarita Engle


Quando lemos, as nossas mentes criam asas.

Quando escrevemos, os nossos dedos cantam.


As palavras são toques de tambor e flautas na página,

Cantos de aves em voo e elefantes trombeteiros,

rios que correm, cachoeiras saltando,

borboletas num rodopio

alto no céu!



As palavras convidam-nos a dançar ---

ritmos, rimas, batidas do coração,

Batidas de cascos e batidas de asas,

contos antigos e novos,

fantásticos ou reais.


Quer no aconchego de casa

quer cruzando fronteiras em direção a uma nova terra

e uma língua estranha, as histórias e os poemas

pertencem-te.


Quando partilhamos as palavras, as nossas vozes

tornam-se a música do futuro,

paz, alegria e amizade,

uma melodia

de esperança.


O Dia Internacional do Livro Infantil é um evento anual patrocinado pela International Board on Books for Young People (IBBY), que é celebrado desde 1967 e evoca a data de nascimento de Hans Christian Andersen. Este ano, coube à seção estado-unidense da IBBY escolher o tema e convidar o autor para escrever a mensagem dirigida às crianças de todo o mundo e o ilustrador para desenhar o cartaz. Estes materiais são disponibilizados em livre acesso e podem ser utilizados para promover o livro infantil e a leitura.

Pode ler o poema na língua original e os comentários dos autores sobre o processo criativo aqui.

Mais notícias aqui.